Loading...

quinta-feira, 29 de julho de 2010

# Foi publicado hoje o livro...

Foi publicado hoje o livro de poesias em acrósticos de Arlindo Cathatino (O amor não envelhece)
Entre em http://www.agbook.com.br/ e peça já seu exemplar

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Escrito por Arlindo em 29.03.97


Todos somos doze Irmãos
Herdeiros dessa paixão,
Por trabalho e honradez .
Eu quero que saiba o mundo,
Sinto um orgulho profundo ,
Por esse pai português .

quinta-feira, 8 de julho de 2010

terça-feira, 6 de julho de 2010

* "meu orgulho é ser filho seu,sua vida pra mim foi lição!!!! "

Faço das palavras dele, as minhas. Meu maior orgulho é ser filha dele.
Só agora depois de tanto tempo de sua partida, tive tempo e carinho para ler tudo que ele deixou escrito.
Descobri que tinha um coração de ouro, era sonhador!!!!
Mas era um homem triste, pois muitos sonhos sei que ele não realizou.
Um dia digitei um livro dele, sobre Londrina, achei que tava bom, afinal, coloquei fotos e "capa dura".
Ele gostou, mas perdeu um grande tempo em corrigir, arrancou folhas e colocou anotações de como era pra fazer (direito)Ele era perfecsionista. Mas não me predispus a refazer o livro e enrolei.
Prometi que um dia iríamos publica-lo de verdade.

Pena, as vezes penso nele, e peço perdão, pois não pude realizar esse sonho!

Agora estou tentando, quero que leiam suas poesias.
É o mínimo que poderia fazer por ele.E mesmo não crendo, espero de que algum modo, ele veja.



                                                                                                Solange

* Ao Pioneiro (Homenagem ao meu avô, meu pai escreveu com muita saudade)

               Rimei no verso a coragem,
          e ofereço essa homenagem,
          a você, grande pioneiro!
          Que em Portugal foi menino
          mas, no Brasil, seu destino,
          foi um bravo aventureiro.
          Foi você, pioneiro destemido,
          braço forte, peito erguido,
          que sem medo foi chegando,
          abrindo a trilha a facão!
         Que a machado abriu clareira,
         matou mosquito e abelha,
         cuspia nos calos da mão.
         Derrubou peroba grossa,
         fez queimada plantou roça,
         com os pés firmes no chão.
         Você foi daqueles homens
         de espírito aventureiro,
         que ao querer chegar primeiro
         foi desbravando o sertão.
         Você chegou e você venceu,
         meu orgulho é ser filho seu,
         sua vida pra mim, foi lição!!!!



Ao meu saudoso pai, Manoel Henrique Catharino, pioneiro de Londrina.


                     Arlindo Catharino.